Sinais de um relacionamento tóxico

Olá a todos. Buscando expandir a compreensão e a importância de um relacionamento saudável em nossa vida diária e para ilustrar aos meus pacientes, amigos e todos interessados em identificar os sinais quando um relacionamento passa a ser abusivo, compartilho essas informações importantes.

Um relacionamento amoroso saudável é aquele em que o casal decide compartilhar a vida, se conhecer e aprender um com o outro. Inclusive, o aprendizado é um aspecto bastante importante, afinal, nenhuma pessoa é perfeita. Entretanto, nem sempre isso acontece e o que era para ser bom se transforma em um relacionamento tóxico.

Acontece que quando se está envolvido nem sempre é fácil perceber rapidamente que a relação está se tornando tóxica. Por isso, é muito importante conhecer os principais sinais presentes nesse tipo de relacionamento para evitar que a situação se torne cada vez mais problemática. Continue a leitura para saber quais sinais são esses.

10 Sinais presentes em um relacionamento tóxico

Antes de falarmos sobre os sinais presentes em um relacionamento tóxico, é preciso dizer que não é necessário haver agressão física para que uma relação seja classificada dessa forma. Palavras e atitudes também podem ferir e tornar a relação prejudicial.

  1. Excesso de ciúme e controle
    Dizem que o ciúme é o tempero do amor, quando bem dosado até pode ser uma demonstração de cuidado e zelo com a pessoa amada. Entretanto, o ciúme excessivo se torna bastante problemático, porque o indivíduo passa a querer controlar os passos do outro. O comportamento, as roupas, as escolhas, tudo passa a ser motivo para críticas e brigas.
  2. Falta de honestidade
    Cada casal deve definir os termos da relação de acordo com o que fizer sentido para eles. Em um relacionamento tóxico, é comum que o indivíduo de comportamento problemático aja de forma incoerente com o que exige da outra pessoa. Assim, essa falta de honestidade gera insegurança, angústia e muito sofrimento.
  3. Comunicação agressiva
    O diálogo é fundamental em um relacionamento, porém, pessoas tóxicas tendem a se comunicar de forma agressiva. O tom de voz é alterado e as palavras utilizadas muitas vezes são depreciativas e de baixo calão.
  4. Abusos financeiros
    Em muitos relacionamentos tóxicos, os abusos costumam envolver as finanças, o que pode ocorrer de diversas maneiras. A pessoa pode fazer grandes compras e ignorar que o casal possui despesas juntos, solicitar empréstimos e não devolver, controlar a conta bancária do outro e assim por diante.
  5. Estresse constante
    Geralmente, relações desse tipo são marcadas pelo estresse. Os momentos agradáveis são raros porque o casal está sempre com alguma questão a resolver. Vale dizer que muitos desses “problemas” não são reais, em diversas situações são fruto do ciúme e do excesso de controle de um dos envolvidos.
  6. Impedimento para manter outros relacionamentos
    O namoro ou casamento representa apenas um dos relacionamentos que uma pessoa tem. As relações com amigos e familiares precisam ser mantidas e fortalecidas. Contudo, quando se está em um relacionamento tóxico, o indivíduo controlador tende a impedir esses encontros o que, em muitos casos, gera o afastamento do outro com seus entes queridos.
  7. A pessoa te diminui e não te apoia
    Quando temos um sonho, é natural buscarmos nas pessoas próximas apoio para lutarmos por ele. Quando exatamente a pessoa amada em vez de te estimular, te diminui, é um forte indício de que o relacionamento é ou está se tornando tóxico. Se aquele que deveria estar ao seu lado e te motivar, faz você se sentir para baixo, ligue o sinal de alerta!
  8. Sentir medo de conversar com o outro
    Toda essa pressão faz com que a pessoa sinta medo de conversar com seu par. Assim, evita compartilhar detalhes do seu dia, planos e sonhos, e uma relação precisa disso para se manter forte. Dessa forma, a conexão se enfraquece e o afastamento emocional acontece, mesmo que o físico seja mantido.
  9. Falta de respeito às suas individualidades
    Em um relacionamento amoroso, especialmente no início, é natural que o casal queira passar o máximo de tempo possível junto. Entretanto, isso deve acontecer por um desejo mútuo e não por pressão de apenas um lado. Estar com quem se ama é muito bom, mas é essencial que se mantenha o respeito às individualidades. Uma pessoa precisa ter amigos, estar com sua família, trabalhar, estudar, cuidar de si mesma. Isso é muito importante, tanto para se manter emocionalmente bem quanto para que a relação seja saudável.
  10. A pessoa sempre promete melhorar
    Por fim, um sinal bastante comum dos relacionamentos tóxicos é que a pessoa sempre se mostra arrependida quando percebe que o outro se magoou, promete melhorar e nunca cumpre. Desse modo, se inicia um círculo vicioso de agressões, que podem ser físicas ou verbais, um suposto arrependimento, promessas de mudanças, novas agressões e assim por diante.

Relacionamento tóxico com familiares e amigos

Ao longo do artigo falamos sobre os principais sinais presentes em um relacionamento amoroso que é tóxico. Contudo, é preciso deixar claro que relações de todos os tipos podem ser igualmente prejudiciais.

Mantenha-se atento a qualquer indivíduo que tente controlar seu comportamento, faça com que se sinta inferior e te critique o tempo todo. Isso não é sinal de zelo e sim de problemas que a pessoa precisa resolver com ela mesma.

O que fazer ao identificar que está em um relacionamento tóxico?

O melhor que você tem a fazer ao se ver nesse tipo de situação é se afastar para se preservar. Por mais que sinta carinho pela pessoa e consideração por ela ter feito parte da sua vida, coloque seu bem-estar e equilíbrio emocional em primeiro lugar.

Escolha ter ao seu lado amigos e familiares que te apoiam, te aceitam como é e te incentivam a se tornar um ser humano cada vez melhor. Mesmo que seja natural ter desentendimentos com amigos, familiares e a pessoa amada, o amor nunca será sinônimo de humilhação e controle.

Vale mencionar que, caso a pessoa não aceite o afastamento, peça ajuda a familiares e amigos. Se a insistência não parar, procure as autoridades competentes e se proteja. Lembre-se sempre que você é uma pessoa livre e que não deve se submeter a nada que te faça mal, portanto, não se culpe.

Você já viveu um relacionamento tóxico? Deixe seu comentário abaixo e aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais para alertar pessoas que estejam enfrentando essa mesma situação.

Fonte

Seja Feliz!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: