A melhor fase da Vida

O mundo é constituído de uma delicadeza e riqueza de detalhes impressionantes e repletos de puro amor. Essa é a essência que permeia tudo, gostem ou não, conscientes ou não, é a seiva primordial que nos rodeia. Mas por que será que os humanos experienciam tantas dores e decepções?

A violência, o ódio, o egoísmo, a injustiça, o materialismo, a frieza, a falta de amor próprio e outros tantos baixos estados vibracionais de ser, são apenas subprodutos da nossa ignorância quanto à nossa essência, existência e propósito sagrado.

Desconectados do nosso mundo interior, ignorantes sobre o que as antigas sabedorias têm para nos ensinar, em infantil negação quanto à nossa herança energética e propósito de evolução, vivemos num culto iludido pela persona que representamos, pelo corpo e identidade que temos, pelo visível, pelo superficial, pela matéria, completamente desconectados do que em nós é eterno, invisível e atemporal.

A consequência de vivermos apenas a densidade material prendeu-nos à sua emoção dominante; o medo, e esse sim tem dominado o mundo e cada um de nós nos últimos séculos.

O único antibiótico capaz de curar a profunda ignorância de que sofre a humanidade é o amor. Ele será sempre o resultado do resgate da sabedoria antiga, que nos irá fazer chegar à consciência de nossa missão mais profunda; religar a Terra e o Céu, harmonizando dentro de nós os dois mundos visível e invisível, feminino e masculino, interno e externo, o medo e o amor.

Só a partir desta consciência, o mundo dual em que vivemos faz sentido. Só com a consciência da dualidade percebemos o poder e a responsabilidade que temos em escolher, e como a escolha certa (certa pra você, que te expande e conecta contigo e O Universo) faz diferença em sua Vida a partir daquele momento.

A nossa Vida se transforma incrivelmente naquele momento, no dia que a gente acorda, diminui as expectativas sobre os outros, para de esperar que alguém venha cuidar de nós, abandona as esperanças de que algo vai chegar e mudar nosso destino, e passa a investir mais em si mesmo, em nosso crescimento físico, emocional e espiritual.

A gente precisa aprender a cuidar da própria energia e entender que a vida é responsabilidade nossa. Nosso mundo interior é a casa onde passamos toda existência. É nosso dever cuidar, limpar, organizar nossos pensamentos, lembranças e sentimentos e fazer dela um bom lugar para se viver.

Se tem uma pessoa que vale a pena investir é em si mesmo. Pois a vida não é sobre encontrar alguém, é sobre se encontrar, e estar o mais sadio possível internamente para fazer de nossos encontros e conexões os melhores que pudermos. Porque a melhor fase da nossa vida começa quando passamos a cuidar da nossa energia e a fazer a nossa própria luz brilhar.

Com o tempo, você irá perceber que uma vida simples e leve é a melhor escolha a se fazer. Pouco peso, pouca bagagem, pouca expectativa, poucas preocupações. O domínio da mente, da vontade e do ego nos elevam ao patamar do contentamento e da gratidão. A simplicidade observada na natureza e nos animais por exemplo, não tira sua incrível complexidade e riqueza interiores, talvez seja este mesmo o segredo de sua beleza e prosperidade perenes.

A Terra é o Santuário Do Criador!

Rodrigo Kladwan

PS: baseado nas minhas vivências, mensagens e reflexões com Ayahuasca e nossa irmandade.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: