O remédio infalível de Sêneca contra a ansiedade

Aqueles que sofrem de ansiedade nunca vivem no momento presente, mas estão constantemente preocupados com o que vai acontecer em seu futuro.

Essas pessoas se preocupam em excesso com suas vidas e com o futuro do mundo, e ao enxergarem tantos problemas em nossa sociedade, mortes, acidentes, doenças, dívidas e catástrofes, acabam agravando seu estado e perdendo cada vez mais a esperança.

Para algumas pessoas, a ansiedade é um problema sério de saúde, que precisa de tratamento e acompanhamento, mas aqueles de nós que estão apenas presos ao modo de vida apressado que se tornou padrão, precisam reavaliar suas vidas e perceber que eliminar essa ansiedade deve ser uma prioridade.

Nós gastamos muito tempo e esforço esperando que algo aconteça e, geralmente, não é assim que as coisas acontecem. Esse é um comportamento verdadeiramente humano. O filósofo e político romano Sêneca, que viveu há milhares de anos, ensinou que a ansiedade não é uma maneira saudável de se viver, e entre as demais coisas de seu legado, nos presentou com um grande remédio contra a ansiedade.

“Há mais coisas que nos assustam do que aquelas que realmente podem nos esmagar. Sofremos com mais frequência na imaginação do que na realidade.”

Essa frase de Sêneca retrata bem o poder que nossas mentes têm em nossa percepção da realidade, e o remédio que ele nos sugere contra a ansiedade é, na verdade, um conselho.

Para ele, a preocupação com os resultados de algum evento é o grande problema, porque nos paralisa e nos faz perder um tempo importante, que poderia ser usado para nossa evolução.

Esse é o conselho de Sêneca:

“O que eu recomendo é que você não seja infeliz diante das crises, já que os perigos ante os quais você empalidece, quando se sente ameaçado, podem não o alcançar, certamente algum deles não o alcançou. Consequentemente, algumas coisas nos atormentam mais do que deveriam, algumas nos atormentam o quanto devem, e alguns nos atormentam quando não deveriam de maneira alguma. Temos o hábito de exagerar, imaginar, antecipar a dor”.

Isso não exclui o fato de que, muitas vezes, enfrentaremos problemas e suas consequências negativas. Isso não significa que, se você não sabe o conteúdo de uma importante apresentação no trabalho, deve parar de se preocupar e simplesmente deixar que as coisas aconteçam como der. Você não tem que ignorar suas responsabilidades, mas também não precisa viver à espera de algo acontecer. O certo a fazer é concentrar seu tempo e energia em aprender tudo o que puder.

“É provável que alguns problemas nos alcancem, mas isso não é certeza. Quantas vezes o inesperado aconteceu, e quantas vezes o esperado nunca aconteceu?! De que vale se cansar prevendo o sofrimento?! Deixe para sofrer quando chegar o momento, e até então olhe para a frente e busque maneiras de melhorar as coisas. O que você vai ganhar com isso? Tempo!”

Como você pode ver, mais do que um remédio contra a ansiedade, o que Sêneca nos oferece é um estilo de vida longe disso.

Podemos ter que conviver com momentos de ansiedade durante todas as nossas vidas, porque é um sentimento natural do ser humano, mas precisamos nos lembrar do que Sêneca escreveu, citando Epícuro: “O tolo, com todas as suas outras falhas, está sempre se preparando para viver”.

Não podemos deixar nossas vidas para trás por problemas ou preocupação com o futuro. Precisamos saber equilibrar, de forma saudável, as expectativas e a realidade.

Por Luiza Fletcher. OSegredo.com.br

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑