Moedor humano

Sonho:

Esse sonho mexeu comigo: Acordei as 6h da manhã e lembrei de tudo: Era um espaço aberto. Um campo, às vezes deserto, às vezes campo. Haviam montanhas ao redor. A princípio eu andava sozinho pela paisagem, sem ver muita gente nem coisas chamativas ao redor. De repente, vi uma fila única enorme sendo puxada por “homens”(?) grandes de roupa preta que pareciam policiais com instrumentos nas mãos. Eram armas, mas não lembro o tipo. Quando vi aquela movimentação vindo em minha direção, corri para uma árvore próxima e baixinha que tinha ao meu redor e me abaixei. Fiquei escondido observando. Ali daquela árvore eu podia perceber que naquela fila tinham pessoas conhecidas minhas… Alguns eram amigos que não via há muito tempo, outros eram ‘desconhecidos’ que eu ‘conhecia’… Achei curioso mas fiquei bem assustado, pois essa multidão que vinha em fila pareciam escravos, aprisionados… Podia ouvir gritos e choros o tempo todo, pessoas se arrastavam. Parecia que estavam todos de roupas claras, mas não chegavam a ser brancas. Em determinado momento, para minha surpresa, correu até meu esconderijo, minha irmã mais nova, Vitória. Ela falava baixinho e chorava muito, pedindo para eu protegê-la e tirá-la daquele lugar. Nesse momento, tentando abraçá-la e confortá-la, fomos atacados por um grande lobo (haviam outros, mas somente um veio pra cima), um animal muito feroz, grande, dentes afiados e ele estava tentando arrastar a Vitória (provavelmente para a formação). Com uma reação que não sei explicar, consegui dar um golpe nesse enorme lobo bem na hora que saltou sobre nós. Minha irmã se abaixou ao meu lado e com meu braço direito, acertei ele na cara, conseguiu me arranhar com suas garras, mas caiu e então conseguimos correr para outro lugar.

Corremos bastante e para não sermos descobertos, entramos numa caverna, um buraco que tinha numa montanha adiante. Esse buraco nos levou por uma galeria que atravessamos, e de lá, abriu-se uma nova cena: Aquelas pessoas que estavam naquela grande formação em fila, se dirigiam para uma outra entrada dessa caverna; e o que vi nos fez chorar muito: Era uma espécie de esteira sobre a qual as pessoas subiam e as levava para um enorme, imenso ginásio, salão… Um espaço onde tinham que enfrentar as mais diversas provas. Tudo era feito na obrigação, eles não tinham escolhas (lembrei de um dos filmes do Indiana Jones, onde o aventureiro atravessava pontes perigosas, cheias de armadilhas, crocodilos e emboscadas, paredes com estacas que se fechavam sobre ele, lembra?) a cena era igual e surreal, e inevitavelmente todas as pessoas acabavam morrendo;  vi mortes violentas de todos os tipos. Algumas delas eram destroçadas, picadas, queimadas, esmagadas, mortas por um tipo de fera, e moídas em um grande moedor. Do outro lado desse espaço-ginásio imenso, eu via as pessoas renascendo, se reconstituindo e voltando para a fila!

Foi uma visão tétrica. Acordei chorando e assustado. E pasmem: Meu braço direito (na região do antebraço do lado de fora, da mão até o meio do braço) estava cortado. Um corte vermelho e vivo. Não sangrava mas doía. Tenho certeza que não havia me machucado anteriormente. Foi o braço que me defendi do lobo.

Sonhado em 27/05/2014

Obs1: Amigos, eu já tirei minhas próprias conclusões desse sonho. Tirem a de vcs. Depois desse tempo decorrido sei exatamente a simbologia que ele representa. Ele me fez comprovar que existe algo errado com esse sistema. Temos que tentar nos libertar dele o quanto antes. Tudo isso é um gerador redundante de sofrimento (samsara). Eis porque compartilho algo tão íntimo.

Obs2: Existem bandas incríveis, como Pink Floyd que em sua original genialidade, chegou à toda a Terra, propagando seus reveladores acordes progressivos, letras com o desagradável toque da verdade em alguns casos. Em especial, na canção “Another brick in the wall” vc pode ver como a indústria cria seu rebanho. As escolas doutrinam, o governo pune e obriga… Somos todos mais um tijolo no muro? Esse muro está na hora de ser derrubado, para ver o real cenário de tudo que nos cerca! Esse mundo é exatamente e inacreditavelmente (e assustadoramente) igual como mostra no clipe original da mesma canção… Estamos enfileirados num corredor da morte, onde o abate é certo, até que caiamos no precipício que resultará no moedor de carne. Chega de servilismo!

Rodrigo Kladwan

4 comentários sobre “Moedor humano

  1. Pingback: Escravos das religiões: Budismo | O Caminho do Evolucionário

  2. Bom dia Rodrigo, e como romper o simulacro no qual estamos todos inseridos? Como “viver sem viver” no sistema? No que você trabalha atualmente se me permite a pergunta, pois todos até hoje que falam sobre Matrix não conseguem explicar como sair deste estado de consciência, de indução mental que a mente está aprisionada. Falo isso mais no sentido de um pedido de ajuda.
    Eu larguei uma carreira estável que eu tinha, mas que me trazia infelicidade de certa forma por justamente servir ao sistema escravagista da exploração de seres humanos. Resolvi arriscar em outras coisas e ainda estou na busca por respostas, como se livrar deste “algo errado” com o mundo?
    Gosto dos textos deste blog, são originais e sem enfeites para dar um ar editorial desnecessário.

    • olá cosmo- viajante, muito boa sua pergunta, pergunta que não é só sua e pedido de ajuda que também não é só seu, faço minha suas palavras e esse seu questionamento, venho também nessa busca, quero agradecer ao dono desse blog que consegui me trazer aqui todo dia pois minha curiosidade não esta mais sendo satisfeita com qualquer leitura e aqui tem muita coisa interessante, eu acho o seguinte, falar que tem algo errado, de matriz ,que todo é o sistema do sistema já tem muita gente fazendo isso, acho que falta ajuda, alguém que saiba algo mais que nos ainda não sabemos e esteja disposto a explicar onde fica a porta de saída.

    • Ola irmao viajante, tb Maria:
      Entao, lamento em dizer que nao ha porta de saida. Nao eh uma porta.
      Eh um passaporte. Vc conquista ele ao longo de suas experiencias.
      Falarei sobre isso futuramente. A primeira fase do despertar (denuncia e revolta) acabara logo. Entraremos no trabalho de segunda etapa e preparacao para a terceira… Reparem que o titulo deste site diz “Uma Proposta de Cura e Ascensao”. Pois eh esse mesmo meu objetivo. Gostaria que lessem nas entrelinhas por enquanto. Em breve mais um post sobre Ascensao/Libertacao.
      Obrigado por sua participacao.
      Força, paz e luz
      K

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s