Aprendam a superar a lei da justiça

Vocês foram lesados por alguém? Isto não lhes confere o direito de se vingarem dessa pessoa. Vocês dirão: “Mas é para restabelecer a justiça”! Não, essa maneira de entender a justiça está na origem de todas as desgraças. Em nome da justiça, qualquer um se julga no direito de dar uma lição aqui, punir alguém ali… Deixem a justiça em paz!

blind_justice

“Mas então, o que fazer”?

Recorrer a um princípio de amor, de bondade, de generosidade. Há dois mil anos Jesus trouxe esse novo Ensinamento, e no entanto os cristãos continuam a aplicar a lei de Moisés: “Olho por olho, dente por dente”. Ainda não entenderam que, para tornar-se verdadeiramente grandes, verdadeiramente livres, já não é tão necessário aplicar a lei da justiça, já não se deve buscar a vingança. A vingança é um método pré-histórico que não traz nenhuma solução: Pelo contrário, ela complica as coisas e aumenta as dívidas cármicas.

Vocês fizeram bem a alguém, prestaram-lhe ajuda e apoio, e um belo dia descobrem que essa pessoa não merecia o que fizeram por ela. Pois bem, aceitem a situação: Não tentem vingar-se ou puni-la, nem contem a história a todo mundo! Quando é que finalmente decidirão mostrar generosidade e nobreza? É preciso fechar um pouco os olhos, apagar e perdoar, pois é assim que crescem, que se fortalecem. E saibam inclusive que aquilo que perderam lhes será devolvido mais tarde multiplicado por cem. Caso contrário, tentando vingar-se, vocês provocam tantas forças negativas que um dia elas se voltarão para vocês, e vocês é que serão esmagados.

Enquanto isso, se quiserem realmente dar uma lição a seu inimigo, não se preocupem mais com ele, começando um trabalho gigantesco sobre vocês mesmos: Orem, meditem, aprenda, exercitem-se, até o dia em que finalmente sejam possuidores da verdadeira sabedoria e do autêntico poder. E aí, se por acaso vocês reencontrarem o inimigo, quando ele sentir sua luz, sua força, ficará estupefato. Entenderá que, enquanto vocês se empenhavam em se tornar mais sábios, mais generosos, mais senhores de si, ele tratava de se aviltar, e sentirá vergonha.

A única coisa importante é melhorar a si mesmo, ocupar-se de tudo que é construtivo, puro, divino. Claro, para isso é necessário ter muito amor, muita paciência, muita luz, mas eu não conheço método mais eficiente.

E como existe uma lei segundo a qual cada um deve pagar pelo mal que fez, aqueles que os lesaram serão obrigados um dia a vir ao seu encontro para reparar os danos que causaram. É possível que, sentindo intuitivamente que se trata de velhos inimigos, vocês queiram afastá-los. De nada adianta, eles continuarão a girar ao seu redor e a pedir-lhes que aceitem seus serviços. Pois esta é a lei: Todo aquele que lhes prejudicou e a quem vocês não responderam com o mal será obrigado (queira ou não, sua opinião não importa) a vir um dia reparar os males que lhe causou.

Omraam Mikhaël Aïvanhov (do livro Regras de Ouro para a Vida Cotidiana)

4 comentários sobre “Aprendam a superar a lei da justiça

  1. boa noite RODRIGO ainda essa semana conversando com meu conpanheiro disse a ele que tinha recebido essa intuição com todas essas palavras que vc postou coincidencia ou não estou agradeçendo a DEUS por mais pessoas estarem pençando assim pois e na luz que vamos vencer e no amor incondicional que nosso mestre JESUS quer que agente ajude a humanidade e na sabedoria que vamos vençer orando vigiandoe desejando muita luz para aqueles que se dizem nossos amigos abraços de luz violeta lara.

    • Ol Henrique!! Que legal cara, entao, penso que nao eh casual, eh um poderoso holopensene que nos traz mais lucidez e reflexao. Devemos re-ativar nosso amor proprio e estende-lo ao proximo, perdoar, nao julgar, nao vingar, tal como os Mestres nos ensinam! Valeu, abs ^^

  2. como vai Rodrigo? Maravilhosa pagina deste sabio sinto esta verdade ha algum tempo: pagar o mal com o bem e a melhor defesa, devemos aplicar nossas energias orando meditando exercitando estudando aumentando a nossa vibraçao com amor paciencia e disciplina. A prece de Francisco de Assis nos mostra esta verdade: E perdoando que se e perdoado, e dando que se recebe, e amando que se e amado. Abraços de Luz. Henrique

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s