Reflexões sobre 2012, A Grande Crise?

Inegável que vivemos um momento cósmico especial – uma maravilhosa crise; que nada mais é do que um ponto de ruptura, gerador de progresso, saudável, inevitável. Cada um de nós vive e viverá seu apocalipse ou final dos tempos de forma particular, consoante o padrão vibratório gerado pela forma de pensar, sentir e agir.

CRISES OU OPORTUNIDADES DE CRESCIMENTO?

Crise, vem do grego “crino” que quer dizer separar, distinguir, dividir; significa também ponto de separação, divisão, mudança de direção, ponto no tempo no qual se decide se, algo continua, deve ser modificado ou terminar; é momento decisivo; crucial.

Nossa vida é entremeada delas do nascimento à morte; a estagnação (um tipo de morte) pede seu auxílio como impulso de mudança e, cada uma superada, é a subida de um degrau. – uma espécie de ressureição. Quem saiu de uma crise profunda de depressão – ressurgiu do mundo dos mortos.

Crises estimulam a auto-educação que, é trabalhar o próprio desenvolvimento, aprendendo a perceber limites; pois vamos até onde é permitido pelo que já nos capacitamos; além disso, cada uma delas tem a função de drenar energias em desequilíbrio no corpo físico (somatização) – um exemplo clássico é o câncer; incrível oportunidade que nos damos (claro que com ajuda de outros) de dar a volta por cima nas possibilidades e talentos não usados; reformular conceitos, abandonar velhas formas de ver as coisas.

Crises, são irreversíveis na seqüência do progredir, é impossível parar ou voltar atrás; pois a tendência ao progresso é dominante.

Para adentrar na Nova Era num patamar energético mais elevado: esqueça a ilusão da segurança:

Os que tentarem estacionar numa posição que imaginam confortável, um dia serão impulsionados pela sensação de sofrer, convidados a seguir adiante. A insegurança das crises pode e deve ser prazerosa mesmo com obstáculos a serem superados e barreiras a serem vencidas.

Somente quando percebemos as reais finalidades do existir nos capacitamos a aceitar cada momento como ele é; e não como desejaríamos que fosse, o que proporciona a oportunidade da reconstrução interior dentro de novos moldes descobertos a cada novo conhecimento. Se bem usadas as oportunidades das crises induzem á reflexão; instrumento capaz de produzir a paz interna, o que harmoniza as funções do corpo físico; quando bloqueadas ou mal resolvidas os desequilíbrios podem criar doenças mentais ou drenarem no corpo.

Esta crise cósmica em andamento tem como função primordial: Expandir nossa consciência.
Ela é o que determina em qual vida nós vivemos neste instante; e nossas crenças é o que nos fixará em determinada parte da vida em andamento – a escolher.

Sua vida está em crise?
Suas relações pessoais, de trabalho, afetivas estão em crise?
Seu casamento está prestes a acabar?
Sua antiga vida parece desmoronar?
Parabéns – está entrando na energia de 2012.
Grandes e boas mudanças a caminho.
No fim das contas tudo vai dar certo.
É interessante trocarmos experiências capazes de nos auxiliar a entrar em sintonia.

Namastê,
Américo Canhoto
Médico e escritor espiritualista

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s