Gayatri Mantra

OM BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YONAH PRACHODAYAT

————————————————————————————————————–

A PRONÚNCIA DO MANTRA EM PORTUGUÊS

“OM BURBU VAA SUAA
TATSA VITUR VARENN IAMMM
BARGOOO DE-VASSIA DII-MARRIIII
DIOIO NAA PRATCHO DAIAT”

 

GAYATRI MANTRA PERFORMED BY SATHYA SAI BABA

 

Este Mantra é um Louvor à Divindade de Surya. Mestre Hierárca da Estrela Maior, Sirius.

O SOL do nosso sistema solar é a Estrela Divina Sirius. SIRIUS é o SOL do nosso SOL. O SOL do SOL da Terra. O Sol da nossa Galáxia. Sirius é o foco do Grande Sol Central em nosso setor da nossa galáxia. O Sol físico carrega também a força espiritual das consciências de SER do Grande UM.  A causa espiritual por trás do efeito físico que vemos como nosso próprio Sol físico e que influencia a todas as outras estrelas e sistemas solares, visíveis ou invisíveis, incluindo cada Ser.

É na Estrela Maior, Sirius, onde são treinados os que estão preparados para atuar como grandes Avatares, servindo a Luz na Terra, assim como fez Jesus. É lá que se encontra o "Lago do Fogo Sagrado". O Mestre Surya serve diretamente sob o raio azul da Vontade Divina.

Tudo o que vem do Grande Sol Central, para a Terra e para nossos corações, vem através de Sirius.

————————————————————————————————————–

SIGNIFICADO DO MANTRA GAYATRI – PALAVRA POR PALAVRA

AUM
A manifestação da Luz do Criador – Brahman – Pode ser entoado apenas – OM – Este é o som da manifestação. O entoar do OM é um pedido de manifestação das palavras do mantra que se segue:

BHUR
O Plano da Manifestação do Ser – O Esforço para a Manifestação da Vida.

BHUVA
O Fogo destruidor dos sofrimentos – O Prana existente na atmosfera – O poder ativador do Chakra da Garganta.

SWAH ou SWAHA

– O Plano Mental, o Reino da Iluminação, o chakra da coroa. Em sânscrito, significam: Que assim seja! Que se manifeste! O mesmo que I AM, AUM, EU SOU, ou AMÉM. É quando concebemos o saber de algo. É uma confirmação de que queremos receber a energia do mantra que estamos entoando. Também utilizada no Tantrismo como uma saudação. Ao saudarmos alguém, estamos recebendo-o em nosso meio. Assim, tem o mesmo significado.

TAT
Aquele que atua na manifestação do plano divino – Quem faz acontecer.

SAVITUR
Brilhante como o Sol – SURYA, O Hierárca de Sirius – Aquele que se auto-ilumina e preserva a Luz. A energia Alfa do Pai. O representante máximo do "Grande Um", para a Humanidade.

VARENAYAM
O melhor – O supremo – Alguém que merece ser Adorado.

BHARGO
A Radiação da Glória. Uma energia que consome a ignorância, e por consequência, o sofrimento e a miséria.

DEVASYA
Iluminação que vêm de Deus. Sabedoria Divina.

DHIMAHI
Meditamos em sua Luz – Meditamos em seu Ser.

DHIYO YONAH
Para a grande visão (dhiyo) despertar em nós – Para tudo sabermos.

PRACHODAYAT
Direção – Coragem – Inspiração Cósmica – Sabedoria Cristica.

————————————————————————————————————–

BENEFÍCIOS DO MANTRA GAYATRI

O mantra Gayatri traz a sabedoria divina para aqueles o entoam com devoção e constância. A sabedoria e a direção divina são coisas muito importantes para pedirmos a Deus. Todos os problemas, sofrimentos, doenças, miséria, todas as barreiras, podem ser vencidas ao conquistarmos a sabedoria que é com certeza, divina. A sabedoria está no plano espiritual e este mantra é uma das mais fantásticas chaves para conquistar este poder.

Este mantra utiliza o poder do chakra da garganta para ativar o chakra da coroa. Esse efeito, nos traz mais do que sabedoria, traz-nos a capacidades de atuarmos mais como Alfa e menos como Ômega.

Se almejamos a ascensão nesta vida, precisamos atuar como Alfa, levando o fogo transmutador de Deus Pai, à todos os lugares onde estivermos.

Estamos habituados a querer, querer e querer o tempo todo. A energia Ômega busca sempre receber e a Alfa, dar.

A Terra está poluída demais e atuar como Ômega o tempo todo é algo muito ruim, perigoso, negativo. Este mantra nos ajuda a deixar de ser um buraco negro que a tudo busca dominar e controlar, para sermos um SOL que a tudo ilumina e dá a vida contínua.

Só há um meio de nos tornarmos Alfa como o Sol, e é sendo Ômega para sua energia. Precisamos nos ligar nesta energia solar e enchermo-nos dela, a ponto de explodirmos nossa luz etérea, para todos os lados, iluminando todos ao nosso redor.

O mantra Gayatri Significa: "Imploramos ao grande e adorado Surya, pela manifestação em nossas vidas do fogo da Vontade Divina, o fogo da iluminação Crística, que consome toda a ignorância. Meditamos nesta Luz de inspiração Cósmica, que vêm de Deus, para que possamos seguir o caminho correto do nosso plano divino, com o grande despertar da nossa consciência no Grande Um”.

Assim como o Sol acaba com a escuridão, também o mantra Gayatri destrói a ignorância. Este mantra magnetiza o poder e a radiação do Sol para a vida terrena, para nos livrar de nossos pecados e revelar a Suprema Luz do EU SOU O QUE EU SOU em nossas vidas.

Seja agora mais um SOL a iluminar esta Terra tão sofrida, e você verá a diferença que fará a todos os que o rodeiam. [por Paulo Rodrigues Simões]

————————————————————————————————————–

Krishna, no Bhagvad Geeta, diz:
“de todos os mantras, eu escolho o Gayatri”

 

Gayatri

 

CARTA DE RAJINDRA – ESTUDIOSA DOS ENSINAMENTOS DE BABAJI

O Gayatri é o mantra original para a Deusa Gayatri (Adi Shakti) e o Deus Sol (Surya). É antiquíssimo. Sua origem remonta ao mais antigo dos Vedas, o Rig Veda [III, 62:10]. É dito que Brahma, antes de criar o mundo, concebeu o Gayatri mantra em 24 letras de grande potencial de força.

Os Rishis o comparam a uma pequena semente que esconde uma grande árvore, pois quando ele brota ou desabrocha (quando compreendido ou melhor dizendo, realizado) ele se transforma nos 4 vedas (Rig, Yajur, Sama e Atharv) e o Sanathana Dharma é desvelado.

Como o Gayatri contém a essência védica ele é conhecido como a mãe dos Vedas e dos Brahmanes. Ele é considerado como uma corporificação de Brahma, Vishnu e Shiva.

Sem descontinuidade temporal, desde tempos imemoriais ele é cantado diariamente na Índia por praticamente todos os Brahmanes do sub-continente.

Existe tantos comentários e até mesmo interpretações sobre o Gayatri que só isso daria para formar uma imensa biblioteca. Meu parco conhecimento se atém a três aspectos:

I – o primeiro se refere ao significado geral das palavras e me deu uma resposta positiva ao desejo imediato de saber;

II – o segundo se refere a uma superficialíssima informação sobre o significado intrínseco das 24 letras do Gayatri, segundo Panini (o grande sábio e místico, compilador da gramática sanskrita). Essas 24 letras contém os 14 sons que conforme a cosmologia hindu, vibraram após a emissão do sagrado OM, quando Shiva “tocou o damaru” manifestando o imanifestado. Esse aspecto acalmou minha mente, por isso o considero importante;

III – o terceiro e fundamental aspecto, refere-se ao significado dado pelo amado Babaji. Com as palavras do misterioso, inescrutável e maravilhoso guru – que é TUDO para mim – minha ânsia por conhecimento foi completamente aplacada e minha alma se regozija cada vez que pronuncio o Gayatri lembrando da murti (imagem) do querido Babaji.

Sinteticamente segue algo, sobre cada um dos aspectos, que tenho muito prazer em compartilhar com todos aqueles que se interessam pelo Sanathana Dharma:

I – Sobre o significado comum:

OM – Brahma ou Deus Todo poderoso;..

BHUR – (como se estivesse vindo). O mundo físico. A energia vital – o prana.

BHUVA – (como se estivesse indo). O mundo mental. O destruidor dos sofrimentos

SWAH – (como se estivesse em equilíbrio). O mundo intelectual. A corporificação da felicidade.

O mantra propriamente dito é conforme segue:

TAT – indica os três planos da experiência: o ego, o ser puro e Deus. Aquela natureza essencial

SAVITUR – é o brilho radiante como o sol partindo do aqui e agora. conhecimento. O princípio masculino

VARENYAM – adorável, venerável, supremo

BHARGO – destruidor das transgressões; Aquele que permeia tudo com magnificiência.

DEVASYA – divino; intrinsecamente puro e brilhante

DHIMAHI – focalizado na meditação, absorto, embebido

DHIYO – intelecto

YO – quem

NAH – nós (externo ao eu, no muitos). O princípio feminino

PRACHODAYAT – inspirar, iluminar, incendiar. O brilho da atenção iluminada.

TAT SAVITUR – é o corpo do mantra. É o iluminador essencial. É Aquele que ilumina os três mundos. O Deus Sol – que é o iluminador além dos sistemas solares – pode ser percebido pelo poder de “TAT SAVITUR” embora Ele próprio não seja “TAT SAVITUR” pois quando as estrelas, o Sol, tudo deixa de existir este último volta a ser o grande iluminador no novo manvantara.

tat savitur é Aquele que ilumina os três mundos, ou seja:

– A existência (o aparente, o imaginário, o material, o físico e tudo aquilo que está contido nele);

– A consciência (o campo da cognição, a infinitude, a eternidade e tudo aquilo que possa ocorrer nela) e;

– A totalidade (o Incompreensível, o Indivisível, o Absoluto, o Potencial).

II – Sobre o significado das 24 letras e sua correlação com os poderes que são despertados no sadhaka:

01 – ‘tat’ – tapini – fertilidade
02 – ‘sa’ – saphalata – valor, coragem
03 – ‘vi’ – visshwa – perseverança
04 – ‘tur’ – tushti – bem estar
05 – ‘va’ – varada – yoga
06 – ‘re’ – revati – amor
07 – ‘ni’ – sukshma – riqueza
08 – ‘yam’ – jnana – brilho, conhecimento
09 – ‘bhar’ – bharga – proteção
10 – ‘go’ – gomati – sabedoria
11 – ‘de’ – devika – fidelidade
13 – ‘sya’ – simhani – determinação
14 – ‘dhi’ – dhyana – vida
15 – ‘ma’ – maryada – tempo
16 – ‘hi’ – sphutaa – penitência
17 – ‘dhi’ – medha – antevisão do futuro
18 – ‘yo’ – yogamaya – prontidão
19 – ‘yo’ – yogini – produção
20 – ‘nah’ – dhanin – amparo
21 – ‘pra’ – prabhava – idealismo
22 – ‘cho’ – ushma – aventura
23 – ‘da’ – drishya – discernimento
24 – ‘at’ – niranjana – serviço

III – Sobre a “tradução” dada pelo adorável Babaji:

“Oh Deus, (nós) meditamos em Sua Divina Luz. Derrama Suas bênçãos sobre nós para que nosso intelecto possa ser iluminado, para que possamos nos elevar mais e mais até alcançarmos a mais alta consciência. Torna-nos capaz de meditar, de ter sucesso nos afazeres da vida e na realização de Deus (Verdade).”

O Babaji (em Sua manifestação recente) instruiu as pessoas para que – juntamente com o Mahamrityunjaya (o mantra que afasta o medo da morte) – aprendessem o Gayatri mantra e o cantassem diariamente, no mínimo 3x ao nascer do sol, antes de iniciar as atividades diárias e 3x ao por do sol.

A Recitação apropriada do Gayatri (todos os dias, com reverência e com a mente focada em Deus) é um poderoso sadhana (disciplina espiritual). Todavia por ser um mantra que exerce profundos efeitos na consciência é necessário um tempo adequado de disciplina “real’ para que esses efeitos apareçam na vida do sadhaka, mas as mudanças inevitavelmente são duradouras e definitivas.

É um instrumento cientifico de transformação de consciência. Seu resultado não depende de fé cega. Depende de um desenvolvimento consciente e progressivo, ancorado na repetição dos sons, em estado meditativo, com a pronúncia e ritmo corretos. Pela emissão correta a vibração penetra os chakras transformando-os de forma sistemática, fazendo-os desabrochar.

OM NAMAH SHIVAYA!

BHOLE BABA KI JAY!

Rajindra – Devota de SRI 1008 MAHAVATAR BABAJI e discipula de SHRI SWAMI 1O8 FAKIRANAND.

 

Om Shanti!!!

Rodrigo Kladwan

Referência: http://www.grandefraternidadebranca.com.br/maha_gayatri.htm

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s