Não julgue a si mesmo

As pessoas lhe julgaram, e você aceitou a ideia delas sem nenhum exame minucioso.
E você está sofrendo por causa de todos os tipos de julgamentos das pessoas, e você está lançando esses julgamentos sobre outras pessoas.

E esse jogo ficou fora de proporção. Toda a humanidade está sofrendo disso.
Se você quer dar o fora disso, a primeira coisa é: não julgue a si mesmo.

Aceite humildemente sua imperfeição, seus fracassos, seus erros, suas fragilidades. Não há necessidade de fingir o contrário.

Basta ser você mesmo: "Isto é como eu sou, cheio de medo. Eu não posso ir para a noite escura, eu não posso ir para a floresta densa." O que há de errado nisso? — É apenas humano.

Osho, em "The Transmission of the Lamp"

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s