Libertai todos os animais

"Quereis ser justos com os animais? Libertai a todos eles do cativeiro, pois vossos escravos têm sido eles há milênios. Tirai todos eles de vossas mesas, de vossas limitadas casas e quintais, dos pastos e dos abatedouros, dos zoológicos, dos laboratórios e das vossas coleções de caça. Devolvei a eles a vida junto à natureza, donde nunca deveriam ter sido roubados. Deixai à própria sorte porque vossos cuidados são egoístas e não têm outro propósito que não o de aliviar vosso espírito da prisão na qual vós tendes levado a vossa própria vida e da estafante mediocridade de vossas ocupações.

Deixai-os à própria sorte, sim, para que possam de novo restabelecer o equilíbrio perdido, pois onde o cercado (criadouro) e a ração fez de um só par (casal) um cento inteiro, não há mais vida, se não uma criação de males que, um dia, muito em breve, conhecereis entre vós, no meio de vossas casas, bem fora das cocheiras e bem longe dos criadouros.

Isso vos bastará para que possais vos lembrar que o mundo a eles pertence e não a vós, óh incautos viajantes do espaço".

Moláki, por Ben Daijih – 11 ago 1986.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s