A função das Pirâmides

#################################################

#################################################

A mais antiga data para a construção da grande Pirâmide de Quéops, foi apresentada pelo escritor árabe Abu Zayd el Balkhy. Baseado em antigas inscrições, diz que a pirâmide foi construída no tempo em que a Lyra encontrava-se na constelação de Câncer, ou seja, há 73.000 a.C. Existe uma teoria que diz que as pedras teriam sido cortadas por algum instrumento tipo raio LASER… Essa teoria explicaria as marcas de serra nos blocos encontrados, pois o LASER poderia facilmente produzir marcas semelhantes. A intenção dos construtores de perpetuar um conhecimento tecnológico milenar assombroso, que só conseguimos entender se admitirmos a passagem de seres extraterrestres ou de civilizações mais antigas e avançadas sobre a Terra.

A função geradora de radiação energética da Pirâmide tem uma hipótese bastante plausível: Foi detectada a penetração dessa radiação a 20 quilômetros de profundidade sob sua base, e é possível que a radiação superior do ápice se prolongue até os confins da via-láctea, visível aos instrumentos óticos especiais, desconhecidos por nós. Seria mesmo um mero acaso que a altura da Pirâmide de Quéops, multiplicada por um bilhão, corresponda aproximadamente à distância Terra-Sol? Isto é, a 149.450.000 Km? É um acaso, que um meridiano que passe pelo centro da pirâmide divide continentes e oceanos em duas metades exatamente iguais? É um acaso, que a circunferência da pirâmide, dividida pelo dobro de sua altura, tenha como resultado o famoso número de Ludof, Pi= 3,1416? É acaso, que forneça cálculos sobre o peso da Terra, e é também acaso que o solo rochoso sobre o qual se levanta a construção esteja cuidadosa e exatamente nivelado?

As fases da pirâmide estão posicionadas para os quatro pontos cardinais com uma incrível precisão. Atualmente, para se conseguir está precisão são necessários um teodolito de LASER, um mapa dentro dos dez metros de precisão, engenheiros, astrônomos e mestres de obras. Os construtores das pirâmides, segundo Bauval e Hancock, construíram a Grande Pirâmide intencionalmente de forma que seus canais interiores ficassem alinhados com algumas estrelas. São as pirâmides de Queóps, Quéfren e Miquerinos. Porém esses nomes são em grego. Em egípcio antigo, são Khufu, Khafre e Menkaure. Há relatos que o topo da pirâmide de Khufu era revestido de ouro puro. Infelizmente, o calcário e o ouro foram roubados com a invasão dos árabes, em aproximadamente 550 d.C. As três pirâmides estão conectadas com a constelação de Órion (Três Marias) numa precisão* incrível.

* Cada lado da pirâmide aponta EXATAMENTE para Norte, Sul, Leste e Oeste. Nem o observátorio astronômico de Paris tem uma precisão de pontos cardeais como as pirâmides. precisão, apresentando somente 0,015% de margem de erro.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s