Dias da Nossa Vida

Quem
é você? Deixe-me dar uma pequena lição de economia aqui. Se dissesse que você
receberia 25.550 dólares, isso é muito dinheiro? Para alguns, é bastante. Para
outros não. Não daria para comprar uma casa, um carro, uma geladeira, uma máquina
de lavar, além de comida por muito tempo. Hoje em dia, 25.500 dólares não é
tanto. Se isso é tudo o que você tem, não vai durar muito.

O
que o número 25.550 tem a ver com você? Bem, se um ser humano vive 70 anos, em
média, esse é o número de dias que você tem. É isso. Só 25.550 dias?

É o
que diz minha calculadora. Míseros 25.550 dias, alguns dos quais simplesmente
passados com fraldas e tentando aprender a andar. E outros se passaram enquanto
aprendia a contar até 25.550. E aí, quando chegam os últimos 550, eles vêm em
pequenas moedas. Você segue um dia de cada vez, assim é. E a cada dia se perde
1 dólar. Não há nada que possa ser feito para mantê-lo. Tudo o que tenho são
25.550.

Quando
eu falo, não quero fazer as pessoas sentirem culpa. Só estou tentando dar um
senso de urgência, porque as pessoas estão tão envolvidas que quero chamar a
atenção para elas mesmas e sua existência. Depois de mim, este mundo irá
continuar? Pode apostar. As flores vão brotar? Sim. A chuva vai cair? Sim. O
sol vai brilhar? Claro. Mas o fato é: eu não vou estar aí para desfrutar.

Assim,
25.550 é um bom jeito de trazê-lo para o ponto onde você pode começar a ver a
urgência desta vida – quão preciosa, simples e bela ela é. Quer você decida ou
não gastá-lo, o dólar se vai. O que você quer comprar com o dólar que terá em
cada um dos 25.550 dias? Eu? Quero comprar a alegria verdadeira, a sinceridade
que somente um ser humano pode ter em relação ao infinito que reside em seu
interior. Eu quero ser livre.

Uma
pessoa feliz pode propagar a felicidade. Se você quer fazer algo bacana,
aprenda a estar realizado. Encontrar uma forma de estar satisfeito é a arte
mais incrível que existe. Por quê? Porque o que você está buscando está dentro
de você e sempre estará. É assim que os 25.550 vieram para ser. E sua partida
será o fim dos 25.550. Mas, embora nunca tenha perdido, você procura por ela.

Muita
gente me diz: “Venho buscando há muito tempo”.

Eu
digo: “Mas você nunca perdeu isso”.

“Ah,
bom. Então me mostre onde está. Está naquela gaveta? No escritório? No
porta-luvas?”

Não,
não, não.

“Está
no meu quarto? No meu carro? Está lá em cima?”

Quanto
mais lugares você procurou, mais longa sua lista se torna, porque você quer
verificar que não está lá, não está lá, não está lá – pois quer ser capaz de
dizer: “Bem, eu já olhei lá”.

Onde
está? Dentro de você. E o que estou dizendo é que você precisa conhecer. Nesta
vida, você precisa saber. Não existem outras opções. Você é como um
amplificador. Amplie o conhecimento. Amplie a plenitude. Aumente a alegria
desse coração. Traga para sua vida a beleza da própria existência.

Sua
vida não pode ser simplesmente para a satisfação das idéias sobre o que é a
vida. O espetáculo pelo qual você é atraído vai continuar. Você está caminhando
neste parque de diversões da vida. Quando você tiver ido, outros virão, e vão
continuar vindo por muito, muito tempo.

Entenda
a oportunidade que lhe foi dada. Nesse corpo, o mais surpreendente presente da
respiração chega. Como será o amanhã? Por um lado, não será diferente do hoje
nem de ontem, mas, se você estiver realizado, será único. Então, você não terá
de contabilizar os 25.550, porque não faz diferença. Cada um torna você
infinitamente rico.

Ter
vivido uma existência e não saber é uma tragédia. Em sua vida, saiba e esteja
satisfeito. Se não encontrar, aqui estou. Mas o essencial é encontrar. O que
você está buscando está em você. Se você está vivo, este é o seu bilhete de
loteria. Você ganhou. O prêmio vai vir em 25.550 vezes, em média. Você nunca
terá que ser pobre de novo. Este é o prêmio: 25.550. Ainda me dá arrepios toda
vez que penso nesse número. Só isso? Não é suficiente! Mas, seja lá o que você
tenha, é a bênção suprema em sua vida. A bondade foi disponibilizada. Agarre-a.
Viva na alegria. Esteja realizado.

Prem
Rawat

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s